14.4.09


E DEPOIS PERGUNTAM PORQUE NÃO O ODEIO. EU SUSPIRO E GUARDO A RESPOSTA PARA MIM. "PORQUE UM DIA O AMEI".

Categories: ,
L., às 22:12  comentar

De Nhanha a 14 de Abril de 2009 às 22:43
Do amor ao odeio é só um passinho, pelo menos é o que dizem, mas compreendo essa resposta que 'guardas' para ti mesma :)

De marta a 14 de Abril de 2009 às 23:56
Como me deste uma belíssima ideia,
dedico-te a primeira.
:)

De Sem Nome a 15 de Abril de 2009 às 00:48
Verdade Verdadeira é raro ouvir alguém assumir isso !!

De L. a 15 de Abril de 2009 às 00:50
É?

De Sem Nome a 15 de Abril de 2009 às 01:01
É muito mais fácil perante os outros simplesmente dizeres que odeias e que acreditas nisso ... grande parte das vezes não me acredito que as pessoas nutram ódio em relação ao que amam/amaram ... se assim o é , é porque nunca amaram... mas é uma humilde forma de pensar ... xD
Não me posso transpor em ninguém, mas nunca fui capaz de odiar quem amo ou algum dia amei, jamais....

De L. a 15 de Abril de 2009 às 01:07
Então meu caro, dir-te-ei, és um nobre.

De Sem Nome a 15 de Abril de 2009 às 01:13
Eu diria mais burro porque os "odeio-te " costumam funcionar bem como 'arma de arremesso' =P
Daí ter achado bonita esta tua reacção poucas pessoas 'suspiram' hoje em dia. ;)

De Morgen a 15 de Abril de 2009 às 13:39
Nao se odeia quem se ama porque caso contrário nunca se tinha amado.
Dizem que o amor e o ódio estao muito proixmos, pessoalmente nao acredito nisso.

De Margarida a 16 de Abril de 2009 às 00:10
:)
Odià-lo seria odiar a pessoa que se foi quando se amou o outro.

Nós nunca nos odiamos. Nem a nós nem a quem teve um pouco de nós...

"...things don't have to be extraordinary to be beautiful.
The ordinary could be just as beautiful."

Wicker Park