9.3.09

Hoje plantei amores-perfeitos.

L., às 17:54  (1) comentar


"Como é que em meia-hora 
me ofereceste dor à
alma?
 Sinto que não te vou ver mais
. Mas sei que vou sentir 
agora.
 E
depois.

Dá-me os teus dedos que falam por mim

Dá-me o que tens dentro de ti, somos diferentes tão iguais.
Portanto não vás...
 Deixa-me olhar-te mais um pouco.


Não entregues esses teus dedos meus 
ao fechar cruel dessa porta."

 

Mas como, Soapbox

Categories:
L., às 16:34  (3) comentar

"...things don't have to be extraordinary to be beautiful.
The ordinary could be just as beautiful."

Wicker Park