18.2.09

(...) Gosta de mim. É só o que peço. Gosta de mim e muito. Não me ames. Gosta, com todos os exageros.

(...) Os beijos, céus, os beijos... Não quero outros beijos na vida. Se me largares, se eu experimentar outros, são os teus beijos que eu vou procurar naquele beijo. E nunca serão eles. Os nossos. Falta. Falta tudo.

 

 

17 de Fevereiro 2009, texto censurado

Categories:
L., às 19:23  (1) comentar

"...things don't have to be extraordinary to be beautiful.
The ordinary could be just as beautiful."

Wicker Park