16.7.09

É só de mim, ou quando eu tinha 5 anos, há 15 anos atrás, as Estrelitas tinham um sabor diferente?

L., às 13:46  comentar

De Maria a 16 de Julho de 2009 às 13:50

De facto tinham u.u'

De L. a 16 de Julho de 2009 às 13:54
Portanto, o problema não é meu, nem falta de memória.

De T a 16 de Julho de 2009 às 14:30
Provavelmente houve ligeiras alterações na receita. Mas mesmo que não tenham havido, o sabor das coisas vai-se alterando durante a vida de uma pessoa.Nada do que tu provaste aos 5 anos te sabe da mesma forma agora, mesmo que seja igual.

De B a 16 de Julho de 2009 às 15:10
O problema é do Capitão Estrela que se meteu nos ácidos

De L. a 16 de Julho de 2009 às 17:43
Probably. Parece-me a explicação mais lógica.

De James Lewis a 16 de Julho de 2009 às 15:31
Hoje, experimenta ver as mesmas estrelas que viste, quando tinhas 5 anos...

Até o modo de ver estrelas de hoje, é diferente daquele que maravilhava os nossos dias aos 5 anos de idade!

PS: procurei ser malicioso!

De L. a 16 de Julho de 2009 às 17:44
Não, o problema só persiste com as Estrelitas.

De James Lewis a 16 de Julho de 2009 às 18:14
Tive uma decepção idêntica com a farinha Pensal (chocolate).

À época, pareceu-me que o problema residia em mim e no modo como o paladar laborava todos os compostos de cada colherada.

Deve-se às mudanças que os "anos de idade" nos infligem. Experimenta comer algo que há 10 anos atrás colocavas à beira do prato... ;)

Vais surpreender-te!

De L. a 16 de Julho de 2009 às 18:18
Eu sei, antes não gostava de fafas e agora como. Mas a receita está diferente que eu sei.

De fulano tal a 16 de Julho de 2009 às 15:44
LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO O  " B "FOI REI NO COMMENT!

De Anónimo a 16 de Julho de 2009 às 21:09
Concordo plenamente! Já não são tão docinhas...

De A. a 20 de Julho de 2009 às 16:03
Infelizmente são as Estrelitas, os sugos, as pastilhas gorila... enfim, podiamos fazer uma lista mas ia ser ENORME!!!
Ou se calhar fomos nós que mudámos e nem demos por isso...

"...things don't have to be extraordinary to be beautiful.
The ordinary could be just as beautiful."

Wicker Park